menu 25-anos
facebook
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Prefeitura define uso de cartão magnético na entrega de alimentação escolar em Sorocaba

A expectativa é de que até meados de maio ele já esteja disponibilizado às famílias dos estudantes

Band Mais

09h54 - 21/04/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A prefeita de Sorocaba Jaqueline Coutinho anunciou o formato de fornecimento de vale-alimentação da merenda escolar para os 9.843 estudantes da rede municipal de ensino inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) e Bolsa Família. O benefício será entregue por meio de um cartão magnético denominado ‘Cartão Merenda Social’ abastecido com o valor de R$ 56, oriundos de recursos próprios do Município.

“A entrega deste cartão terá como foco principal, num primeiro momento, o atendimento emergencial às famílias que se encontram em vulnerabilidade social, ou seja, com renda per capita de até R$ 89 por mês”, explicou Jaqueline Coutinho. A prefeita fez o anúncio do cartão ao lado dos secretários da Educação, Wanderlei Acca, e da Cidadania, Paulo Henrique Soranz.

O cartão (uma unidade por estudante cadastrado) poderá ser usado em ampla rede de estabelecimentos comerciais alimentícios, conveniados com a empresa provedora do vale-alimentação. O trâmite para definir a data inicial e a logística de entrega do benefício está em fase de conclusão.

A expectativa é de que até meados de maio ele já esteja disponibilizado às famílias dos estudantes. A entrega será efetuada nas unidades escolares municipais. “Estamos avaliando a maneira mais ágil e eficaz de entrega dos cartões para atender a todos os pais ou responsáveis dos estudantes, seguindo aos critérios determinados pelos órgãos de Saúde”, explicou secretário da Educação, Wanderlei Acca.

Na avaliação do secretário da Cidadania, Paulo Soranz, o “Cartão Merenda Social” congrega aspectos importantes, para além da destinação da alimentação às crianças. Segundo disse, o benefício vai ajudar a aquecer a economia local, principalmente junto aos pequenos comerciantes, nos bairros. “Tanto o cartão, quanto as ações que vêm sendo adotadas pelas três esferas do governo dialogam com a pauta econômica. Isso vai significar uma injeção de recursos para essas famílias consumirem seus respectivos alimentos. Isto faz com que a economia se fortaleça em nível local”, disse.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

publicidade
publicidade
publicidade