menu 25-anos
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Prefeitura instala 134 fossas sépticas na Zona Rural

Blog da Rose

17h47 - 15/10/2019

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A Secretaria do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Campinas já instalou 134 fossas sépticas biodigestoras em 208 domicílios na Zona Rural de Campinas. Além disso, foram implementados 64 biodigestores e 10 jardins filtrantes. Cerca de mil famílias não têm esgotamento sanitário.

E dentro deste projeto, a secretaria realiza nesta sexta-feira (18/10), das 13h às 17h, no Sítio Nova Esperança, no bairro rural Colônia Tozan, em Barão Geraldo, a 7ª Oficina de Instalação e Operação de Sistemas de Tratamento de Esgoto Sanitário para Áreas Rurais. O encontro tem o propósito de capacitar profissionais e proprietários rurais da região para instalarem os sistemas de tratamento de esgoto doados pela Prefeitura de Campinas. A tecnologia usada é da Embrapa.

A meta da prefeitura é tratar 100% do esgoto das áreas rurais em cinco anos. Nestes locais é impossível levar o sistema tradicional de esgotamento sanitário.

Novo sistema

O novo sistema de tratamento de esgoto sanitário vai utilizar algumas soluções. Uma delas é o jardim filtrante. Essa tecnologia complementar de saneamento visa destinar adequadamente o esgoto da chamada água cinza – de lavagem de roupa, louça, entre outros, rica em sabão e detergente. O jardim filtrante é um pequeno tanque com brita, areia e plantas, que age como absorventes de nutrientes e contaminantes.

Além deste, outro recurso que será utilizado para tratamento da chamada água negra – vinda dos vasos sanitários. Para isso, será utilizada a fossa séptica biodigestora – que são três caixas interligadas. A manutenção é a colocação de esterco bovino misturado com água. Com isso são criadas bactérias que estimulam a biodigestão de dejetos.

O tratamento adequado nesses pontos de mananciais, traz como benefício a captação de água de melhor qualidade por parte da Sanasa.

O custo de cada jardim filtrante gira em torno de R$ 4 mil. Os biodigestores e as fossas têm custo de R$ 2 mil.

publicidade
publicidade
publicidade