menu 25-anos
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Presidente nacional do PSB dá aval à candidatura de Rafa à Prefeitura de Campinas

Apoio aumenta racha entre grupo do prefeito Jonas Donizette e de Rafa

Blog da Rose

11h47 - 14/02/2020

Atualizado há 1 mês

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A disputa entre o deputado estadual, Rafa Zimbaldi (PSB), e o grupo do prefeito Jonas Donizette (PSB), ganha novos capítulos. Isso porque o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, formalizou ontem (13/02) o convite para que Rafa Zimbaldi seja o candidato a prefeito pela sigla em Campinas.

“Ele formalizou o convite para a candidatura. Ele disse que tem números que apontam que o meu nome é viável para o partido. O convite está de acordo com o Márcio França (presidente estadual do PSB”, disse Rafa Zimbaldi.

Segundo o deputado, a definição sobre a candidatura será de responsabilidade das executivas nacional e estadual.

A rota de colisão entre Rafa Zimbaldi e o grupo de Jonas começou no ano passado. Rafa deixou o PP e se abrigou no PSB – sigla pela qual foi eleito deputado estadual – com a promessa de que seria pré-candidato a prefeito. Porém, o relacionamento de rompeu e Rafa se aproximou de Márcio França, presidente do PSB e ex-governador de SP, ao mesmo tempo em que Jonas se distanciou de França e está próximo do governador de São Paulo, João Doria.

Desde, então, uma guerra estabeleceu-se entre os grupos, inclusive, com a expulsão do sobrinho de Jonas, Luiz Lauro Filho, do PSB e a ida para o PSDB. Rafa questionou, colocando mais lenha na fogueira. “Foi uma expulsão forjada”, afirma o deputado estadual, que ressalta que “Existe um aceno de Jonas para o PSDB”

Hoje o PSB de Campinas tem três pré-candidatos: o próprio Rafa, o homem forte de Jonas, Wanderley Almeida, o Wandão, e o vice-prefeito, Henrique Magalhães.

Outro lado

Wandão, que tem defendido que o candidato do PSB de Campinas terá de defender o legado do prefeito Jonas, disse que quem define a candidatura a prefeito é o Congresso Municipal. “Que a pré-candidatura está colocada não há dúvidas. Mas escolha do candidato tem de ser feita pelo Congresso, segundo o regimento do partido. Em lugar nenhum do Brasil é a Nacional que escolhe. Eu vou esperar o comunicado oficial”, disse Wandão, que também é presidente local do PSB.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

publicidade
publicidade
publicidade