publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Primeira a ser vacinada no Brasil contra a Covid-19 tem 54 anos, é enfermeira e negra

Moradora da Zona Leste, Mônica Calazans foi a escolhida para tomar a primeira dose no país

Manuel Correia, Band Mais

14h55 - 17/01/2021

Atualizado há 1 mês

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Aprovada há pouco pela Anvisa neste domingo (17), o Governo de São Paulo decidiu começar a vacinação. A primeira pessoa a ser vacinada com a Coronavac, vacina do Instituto Butantan e da farmacêutica chinesa Sinovac, é Mônica Calazans, de 54 anos.

Moradora da Zona Leste da capital paulista, ela é enfermeira e trabalha na UTI do Instituto de Infectologia Emílio Ribas, instituição que é referência no tratamento de doenças infecciosas.

A escolha não se dá apenas por ser da área de saúde ou por ser negra. No auge da pandemia, Mônica, que é obesa, hipertensa e diabética, portanto, integra o grupo de risco do coronavírus, se inscreveu para as vagas em enfermagem que foram abertas no regime de CTD (Contrato por Tempo Determinado).

Isso demonstrou que mesmo “indo de contra ao vírus”, a primeira vacinada do país não temeu e encarou todos os riscos para poder reforçar o quadro da saúde paulista em um momento tão delicado.

Ela será vacinada no Hospital das Clínicas, em São Paulo.

0 Comentário

publicidade
publicidade
Mais notícias