menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Primeiro programa eleitoral na TV já deixa claro linhas que seguirão campanhas de candidatos a prefeito

Dario Saadi traz Jonas para propaganda, enquanto que Pedro Tourinho invoca Lula para se aproximar dos trabalhadores

Zezé de Lima, Blog da Rose

14h54 - 09/10/2020

Atualizado há 15 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O primeiro programa eleitoral gratuito da TV, que foi ao ar nesta sexta-feira (09/10), das 13h às 13h10, em todos os canais abertos, já apontou para onde correrão os candidatos mais bem colocados nas pesquisas até o momento. Dos dez que têm espaço na propaganda, nove tiveram suas peças exibidas. Apenas a delegada Teresinha (PTB) deixou de veicular a peça dela devido a um problema de logística da sua campanha.

Primeiro colocado nas pesquisas, Rafa Zimbaldi (PL), deputado estadual e ex-presidente da Câmara dos Vereadores de Campinas, se coloca mesmo como renovação na política de Campinas, apesar de ter seguido junto com o atual prefeito, Jonas Donizette (PSB), durante todo o primeiro mandato do atual chefe do Executivo e mais da metade do segundo. “Virar a página” é o mote do candidato. Rafa foi o único a apresentar uma proposta de governo: o cartão saúde, segundo ele, para agilizar o atendimento em Campinas.

Dr. Hélio (PDT) se agarra na experiência e nos números da sua primeira gestão como prefeito de Campinas para convencer o eleitor. Nenhuma menção foi feita por ele em relação à sua cassação por causa da corrupção envolvendo parte do seu primeiro escalão do segundo mandato, incluindo sua mulher, Rosely Nassim.

Se havia alguma dúvida sobre como Dário Saadi (Republicanos) se comportaria em relação a Jonas, ela se dissipou no momento em que o prefeito apareceu no vídeo ressaltando a capacidade de liderança do seu ex-secretário de Esporte. Dário foi chamado de aglutinador e teve a sua capacidade de gestão destacada pelo atual secretário de Saúde do município, Carmino de Souza, e por várias personalidades da cidade, como o ex-jogador Dicá. Ele próprio desfiou o currículo, lembrando das posições ocupadas ao longo de sua carreira após a formatura como médico pela PUC-Campinas.

Artur Orsi (PSD) trouxe a família para o programa, mostrando, mais uma vez, o seu alinhamento com o eleitor conservador. A expectativa é de que ao longo da campanha, Orsi insista em mostrar que é o único que pode ser chamado de renovação. Essa linha ele adotou no debate da Band, realizado no último dia 1º. O ex-vereador já iniciou a sua participação mostrando que boa parte dos candidatos havia participado do governo Jonas, no mínimo ocupando cargo de assessor, enquanto que ele, na Câmara e em todos os outros momentos, foi sempre oposição.

Também durante o debate da Band, Pedro Tourinho (PT) já havia deixado claro que o ex-presidente Lula não é um fardo pra ele, embora pesquisas mostrem que tanto o petista, como o governador João Doria (PSDB0 e o presidente Jair Bolsonaro, no estado de São Paulo, não estão entre os melhores cabos eleitorais. No programa eleitoral de hoje, Tourinho invocou Lula para falar com os trabalhadores e se solidarizar pelas dores trazidas pela pandemia, entre elas a econômica.

PV, PCdoB, Patriota e Cidadania têm menos de um minuto cada para se mostrar ao eleitor. Rogério Menezes, do PV, ex-secretário do Verde, se comprometeu a fazer um governo sustentável e inclusivo, se vencer. Alessandra Ribeiro, do PCdoB, prometeu gestão compartilhada, enquanto que, Wilson Mattos, do Patriota, aproveitou para chamar o eleitor para conhecê-lo pelas redes sociais. O candidato do Cidadania, André Von Zuben, secretário do governo Jonas até junho passado, descreveu a cidade como doente.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade