menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe

Ana Palacio

Notícias

Frigorífico suspeito de integrar organização criminosa em Prudente é alvo de operação da PF

Mandados de busca e apreensão foram cumpridos em três cidades

Band Paulista

13h12 - 31/05/2021

Atualizado há 20 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A Polícia Federal de Presidente Prudente deflagrou hoje de manhã, a Operação Inopino, que investiga crimes de corrupção e organização criminosa envolvendo um frigorífico da cidade.

Pelo menos 50 policiais federais integram a ação que cumpre sete mandados de busca e apreensão em Presidente Prudente, Presidente Epitácio e Rancharia.

De acordo com as investigações, provas coletadas desde 2018 apontam que uma auditora fiscal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) teria recebido valores e vantagens para facilitar a venda de carnes fora das normas estabelecidas pelo setor.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Leopoldo Andrade de Souza, as investigações demonstram indícios de que a servidora federal e representantes da empresa trocavam embalagens para alterar datas de vencimento das carnes, modificavam relatórios e romaneios.

Delegado Leopoldo Andrade de Souza, responsável pela Operação Inopino e delegado-chefe, Daniela Coraça Júnior, durante coletiva na sede da PF

A operação resultou na apreensão de aparelhos de celular que vão contribuir para o aprofundamento das investigações e para saber se há mais empresas ou pessoas envolvidas no esquema de corrupção.

A investigação apura prática de crimes de corrupção ativa e passiva, prevaricação, falsidade documental, crime sanitário, estelionato e organização criminosa.

A pedido da justiça, a servidora que não teve o nome divulgado foi afastada das funções.

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade