menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe

Preço da cesta básica está 6% mais cara em Presidente Prudente

Índice de Preços Toledo (IPT) revela que o grupo de higiene pessoal e alimentos puxaram os preços para cima

Band Paulista

17h49 - 03/03/2021

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O Índice de Preços Toledo (IPT), realizado por uma faculdade de Presidente Prudente, no dia 1º de março, constatou uma inflação de 6,07% no preço da cesta básica, em relação à pesquisa anterior. O consumidor que gastava R$ 772,67 para compra da cesta básica do IPT, hoje gasta, em média, R$ 819,54. 

O grupo de Higiene Pessoal apresentou uma inflação de 9,58%, com destaque para o papel higiênico (4 unidades de 30m – folha simples), com alta de 15,76% e o shampoo (340-350ml), com aumento de 9,93%. 

Seguindo a tendência de alta, o grupo de Alimentos apresentou inflação de 6,16%, com destaque para o queijo mussarela (kg), com aumento de 40,11%, e o extrato de tomate (340g), que apresentou um aumento de 37,36%.  

Em contrapartida, o grupo de Artigos de Limpeza apresentou uma deflação de 0,49%, com destaque para o sabão em barra 5 unidades (200g), com baixa de 7,48% e para o sabão em pó (1Kg), com diminuição de 6,57%. 

Pesquisa de Preços

Devido às promoções, variedades e disponibilidade de produtos nos estabelecimentos, alguns produtos apresentaram uma considerável diferença de preços entre os locais pesquisados, como o café em pó (500g – papel laminado), que variou entre R$ 3,79 e R$ 8,10, com uma diferença de 113,72%, e o desinfetante (tipo pinho – 500ml), que variou entre R$ 2,58 e R$ 5,69, resultando numa diferença de 120,54%.  

A concorrência entre os supermercados dá ao consumidor a oportunidade de economizar até 42%, pois, comprando uma unidade de cada produto pelo maior preço, ele gastaria R$ 372,35. Já se a sua compra fosse feita pelo menor preço de cada produto, o total gasto seria de R$ 261,84, economizando assim o valor de R$ 110,51. 

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade