menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe

foto: presidenteprudente.sp.gov.br

Notícias

Prefeitura de Prudente amplia funcionamento das atividades econômicas até 23h

A prefeitura segue as determinações do Estado

Band Paulista

18h01 - 07/07/2021

Atualizado há 24 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A prefeitura de Presidente Prudente informou, na tarde desta quarta-feira (7), que vai seguir as novas regras da fase de transição anunciadas pelo governo do Estado. Com isso, vai ampliar a capacidade de público presencial e o horário de funcionamento de comércios e serviços não essenciais a partir de sexta-feira (9).

Os estabelecimentos poderão funcionar até às 23h, com limite de 60% de ocupação, até o dia 31 de julho. O delivery e o drive-thru também poderão funcionar conforme o horário do estabelecimento. O decreto municipal deverá ser publicado amanhã, após a divulgação das novas regras do Plano SP no Diário Oficial do Estado.

De acordo com o governo paulista, essas medidas foram amparadas por recomendação do Centro de Contingência, com base nos dados de evolução da pandemia.

As normas que entram em vigor na sexta e valem para estabelecimentos comerciais em geral, incluindo shoppings centers e galerias, onde o acesso de clientes pode ser feito até as 22h, com encerramento das atividades às 23h.

O mesmo expediente deve ser seguido por serviços como restaurantes e similares, salões de beleza, barbearias, academias, clubes e espaços culturais como cinemas, teatros e museus. Todos devem obedecer aos protocolos setoriais de segurança sanitária previstos no Plano SP.

Permanecem liberadas as celebrações individuais e coletivas em igrejas, templos e espaços religiosos, desde que seguidos rigorosamente todos os protocolos de higiene e distanciamento social.

O toque de recolher continua nas 645 cidades do Estado, com horário entre 23h e 5h a partir de sexta. A recomendação de teletrabalho para atividades administrativas não essenciais e o escalonamento de horários para entrada e saída de trabalhadores dos setores de comércio, serviços e indústrias estão mantidos.

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade