menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe

Foto: Cedida

Notícias

Prefeitura e Unoeste inauguram atendimento para pacientes pós-covid

O paciente será destinado ao atendimento especializado

Redação, Band Paulista

17h07 - 04/05/2021

Atualizado há 12 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Nesta quinta-feira (6), a prefeitura de Presidente Prudente, em mais uma parceria com a Universidade do Oeste Paulista (Unoeste), inaugurarão o atendimento especializado a pacientes que desenvolveram algum tipo de sequela após a infecção pelo Coronavírus. O início dos atendimentos está marcado para esta quinta-feira (06), às 9 horas.

A triagem será realizada nas unidades de saúde do município, que encaminhará o paciente para atendimento no Centro Municipal de Especialidades ‘Ambulatório Ana Cardoso Maia de Oliveira Lima’, em frente ao Hospital Regional, onde será avaliado por uma médica servidora do município.

Após a primeira consulta, o paciente será destinado ao atendimento especializado, conforme a particularidade do caso.

De acordo com Jefferson Saviolo, assessor da Secretaria Municipal de Saúde, serão oferecidos atendimentos a pacientes com sequelas físicas ou psicológicas, como depressão, ansiedade, perda de peso e cabelo, falta de ar, neurológicos, entre outros.

“Esse serviço é mais um esforço da administração para assistir os munícipes, além de mais uma ação da Sesau no enfrentamento da pandemia”, declarou Jefferson.

O lançamento do serviço está marcado para esta quinta-feira (06), porém, a partir da próxima semana, os atendimentos acontecerão às quartas-feiras e compreenderão as áreas de fonoaudiologia, fisioterapia, psicologia, nutrição, endocrinologia, otorrinolaringologia, gastrologia, neurologia, pneumologia, psiquiatria e vascular.

De acordo com o enfermeiro da Unoeste, Bruno Soto, esse projeto tem por objetivo melhorar a qualidade de vida dos pacientes pós-covid, além de contribuir com a ciência. “Esse projeto será acompanhado por um grupo de pesquisa, que tem estudado a ação do vírus no organismo e suas possíveis sequelas”, declarou.

Bruno ressalta que os atendimentos serão previamente agendados pelo município, não sendo possível o atendimento sem a pré-seleção.

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade