menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe

Foto: cedida/Marcos Sanches

Notícias

Presidente Prudente: Praça das Andorinhas será revitalizada

A obra abrangerá a recuperação urbanística e ambiental, assim como a proteção e segurança do espaço público

Band Paulista

14h30 - 15/07/2021

Atualizado há 16 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

As tratativas para reforma da Praça das Andorinhas na Cohab, conhecida como Lagoa dos Patos, na Avenida Ana Jacinta, têm avançado através do empenho da equipe do prefeito Ed Thomas, que anunciou quarta-feira (14) o início do processo de licitação para a contratação da empresa responsável pelas obras.

Em nome do prefeito Ed Thomas, o processo ganha agilidade por meio da equipe do secretário de Obras Marcos Augusto Frois, responsável pela elaboração de projeto técnico, memorial descritivo e aprovação junto ao órgão gestor do recurso que é a Caixa Econômica Federal, que já deu aval para dar início ao processo de licitação pela Prefeitura.

A licitação deve ser publicada dentro de 30 dias para a contratação da empresa responsável pela obra. Conforme cronograma, o prazo de execução da obra é de quatro meses, após a Sosp expedir a ordem de serviços. O valor total da empreitada é de R$ 512 mil, incluindo R$ 34.500,00 de contrapartida do município e R$ 477.500,00 liberados por emenda parlamentar da senadora Mara Gabrilli, após pedido do então vice-prefeito Douglas Kato, hoje vereador.  

A reforma da Praça das Andorinhas é aguardada há muitos anos e atenderá aos moradores da região da Cohab e todo entorno, contemplando aproximadamente 35 mil habitantes. A obra resultará em importantes melhorias, como obras de acessibilidade, reforço na iluminação, quadras esportivas e paisagismo.

As intervenções urbanas incluem outras benfeitorias, como reforma da parte elétrica e hidráulica, vestiários, campos e área de bocha coberta e calçadas. Serão retirados também os mourões de concretos e do alambrado da parte da frente da Praça na Avenida Ana Jacinta, conforme previsto no projeto.

A obra resultará na recuperação urbanística e ambiental, proteção e segurança do espaço público, através do cercamento, iluminação e manutenção das edificações existentes com todo atendimento às normas de acessibilidade.

Conforme o assessor de convênios, Alessandro Xavier Magalhães, o processo de licitação estava parado desde 2018, sendo retomado logo no início deste ano pela equipe do prefeito Ed Thomas. A reforma será viabilizada através de repasses de recursos federais do Orçamento Geral da União (OGU).

0 Comentário

publicidade
publicidade