menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Quatro candidaturas a prefeito de Valinhos sofrem pedidos de impugnação

Foram alvos os candidatos Orestes Previtale (DEM), Tonetti (PDT), Capitã Lucimara (PSD) e Clayton Machado (RB)

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

12h16 - 05/10/2020

Atualizado há 20 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Dos 11 candidatos a prefeito da cidade, quatro deles sofreram pedidos de impugnação de suas candidaturas: Orestes Previtale (DEM), Tonetti (PDT), Capitã Lucimara (PSD) e Clayton Machado (RB).

No caso do atual prefeito da cidade, a acusação é de que ele fez uso da máquina pública em seu favor e também teria prejudicar o ex-prefeito e também candidato ao Executivo, Clayton Machado (RB). O pedido de impugnação foi impetrado pela coligação “Valinhos com futuro feliz – PTB e PSC”, que apoia Edson Secafim (PTB).

O pedido também aponta que o Podemos ingressou na “Coligação Valinhos no Rumo Certo” – que tem o atual prefeito como candidato – fora do prazo final determinado pela Justiça Eleitoral.

Em relação a Tonetti diz que a irregularidade ocorre porque o candidato não se desimcompatibilizou da direção de duas entidades habitacionais. O argumento é o de que a sua permenência frente às entidades podem levá-lo a influenciar os votos dos eleitores com a suposta promessa de habitação, caso seja eleito.

Já em relação à policial militar o argumento também é baseado na ausência de desincompatibilização do cargo de comandante da Polícia Militar dentro do prazo estipulado por lei, que é de seis meses antes do pleito.

Em relação à Clayton, tem como base as contas dos anos de 2015 e 2016 rejeitadas pela Câmara Municipal, o que o torna inelegível. Além do grupo de Secafim, a Coligação que apoia Orestes Previtale também tentou impugnar Clayton Machado (RB), com o mesmo argumento.

Dos 284 candidatos a vereador da cidade, apenas o ex-vereador Lorivaldo Messias de Oliveira (PSL) teve pedido de impugnação. O documento também foi protocolado pela coligação de Orestes.

Apesar dos pedidos os candidatos podem manter as campanhas eleitorais.

Outro lado

A assessoria do candidato Clayton Machado informou que o pedido de impugnação não o surpreende. “A tentativa de impugnação de minha candidatura já era esperada, considerando que meus adversários políticos tem usado de todos os meios possíveis para prejudicar minha participação nas eleições. Contudo, ressalto que os pedidos de impugnação fazem parte do rito eleitoral e que não geram nenhum impedimento legal para a continuidade de minha campanha. Qualquer defesa que se fizer necessária será realizada judicialmente, seguindo todos os trâmites legais. Continuamos fortes na disputa, dispostos a fazer sempre o melhor para Valinhos.”

Os demais candidatos não se posicionaram.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade