menu 25-anos
facebook
publicidade
publicidade
Compartilhe
Entretenimento

R$ 500 mil é o valor que Jorge Aragão teria dado o calote em empresa

Ele está sendo acusado judicialmente pela dívida

Band FM

01h57 - 05/05/2020

Atualizado há 1 mês

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O sambista Jorge Aragão é acusado, judicialmente, de dar calote no valor de R$ 500 mil em uma empresa da área musical. As informações foram divulgadas pelo programa “A Tarde É Sua”, da RedeTV!.

Segundo a atração, a empresa Sonata Copyrights teria dado essa quantia ao cantor em 2018. Além dele, o produtor e o músico do artista também sabia do valor entregue pela empresa.

O processo corre na 45ª Vara Cível do Rio de Janeiro. A ação alega que, por causa dessa dívida, ela veio a falir. Jorge Aragão teria recebido R$ 300 mil para produzir um CD na empresa. O restante era para utilizar na compra de uma van.

O acordo entre a empresa e o artista previa que 30% dos cachês dos shows seriam dados para quitar a dívida durante os dois primeiros anos e 25% em mais outros dois anos.

No processo, os reclamantes pedem, além do depósito da quantia emprestada, o valor de R$ 150 mil em indenização por danos morais. A primeira audiência do caso teria sido no dia 2 de março, mas foi adiada em função da pandemia do coronavírus, obrigado a uma quarentena.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

publicidade
publicidade
publicidade