publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Cia. Apocalíptica anuncia segunda lista de selecionados para participar do FestFIM

Foram classificados 12 projetos de oito cidades do Estado de São Paulo

Redação TV Band Paulista , Band Paulista

21h00 - 19/02/2021

Atualizado há 5 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Na tarde de ontem, dia 17, a Cia. Apocalíptica fez uma live, às 17h, no perfil do Instagram (@cia.apocaliptica) para anunciar os selecionados das categorias “Lives Solo”, “Lives Grupo” e “Gravações” que participarão do 2° FestFIM – Festival de Artes do Fim do Mundo.

Nesta segunda lista foram 12 projetos aprovados das cidades Presidente Prudente, Diadema, Ribeirão Preto, Rio Claro, São Paulo, Campinas, Santo André e São José do Rio Preto. Totalizando 31 projetos de diversas vertentes artísticas, e de 14 cidades, que vão compor a grade do FestFIM que contará com mais de 100 horas de programação online.

A curadoria foi composta pelos artistas Jesser de Souza, da Lume Teatro, Juliana Calligaris, da Cia. Trilha das Artes e Lawrence Garcia, diretor da Cia. Apocalíptica. O festival acontece de 29 de março a 4 de abril, com programação gratuita.

“A importância de festivais como o FestFIM se apresenta quando discutimos os rumos da cultura no país, inclusive porque muitos festivais, sobretudo os mais antigos, surgiram em meio a turbulências políticas, à ditadura civil-militar que tomou este país de assalto. Ou seja, surgiram como faróis e trouxeram o novo, a renovação estética, o ousado, o risco e o contemporâneo. Os festivais trouxeram e trazem vida fluída, não estagnada, articulada e pulsante. Avancemos!”, diz Juliana.

O FestFIM abriu as inscrições em janeiro deste ano e teve mais de 670 projetos inscritos, se consolidando como um dos maiores festivais de artes integradas online do Brasil. A primeira lista com os classificados das categorias “Estreia Grupo”, “Estreia Solo” e “Atividades Formativas” aconteceu no dia 31 janeiro.

 “O festival concretiza um importante veículo de fusão cultural dentro do cenário pandêmico ao atingir 31 projetos de 14 cidades diferentes do Estado, apresentando uma extensa e diversificada programação cultural e abrangendo todas as vertentes artísticas”, complementa Lawrence.

O FestFIM é um festival de artes integradas, não-competitivas, totalmente online e direcionado exclusivamente para a apresentação de trabalhos de artistas paulistas.  A realização é da Cia. Apocalíptica e foi um dos ganhadores da Lei Aldir Blanc Estadual ProAc LAB 40/2020.

O projeto está sendo realizado com recursos da Lei Aldir Blanc São José do Rio Preto, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo, Governo Federal.

Mais informações sobre a 2ª FestFIM estão disponíveis em www.ciaapocaliptica.com/festfim2.

Confira os selecionados:

Gravações

Projeto: Os Outros Reservas (Cia. Alíteatro) – Presidente Prudente – Circo

Projeto: Força Fluída (Cia. de Danças de Diadema) – Diadema – Dança

Projeto: Um Golinho Só (Cia. Cornucópia) – Ribeirão Preto – Teatro Infantil

Projeto: E a Casa Caiu! (Daiane Baumgartner) – Rio Claro – Teatro de Sombras

Suplentes

Projeto: Sobre tomates, tamancos e tesouras (Teatro da Mafalda) – São Paulo – Circo)

Projeto: Nimba (Trupe Benkady) – São Paulo – Dança

Live Solo

Projeto: Denegrindo Saberes (Mana Bella) – São Paulo – Cultura Negra

Projeto: V A C A (Al Borde) – São Paulo – Teatro

Projeto: Manifesto Preto (Du Kiddy Artivista) – Campinas – Cultura Negra

Suplentes

Projeto: O Desmonte (Vitor Placca) – São Paulo – Teatro

Projeto: Carcere em Quarentena (Vinícius Piedade) – São Paulo – Teatro

Live Grupo

Projeto: Aula Show (Flávia Piquera e Kauê de Oliveira) – Rio Preto – Dança Flamenca

Projeto: IlusiOnline (Cia. TecnoMágicas) – Santo André – Mágica

Projeto: Daimonia (Barracão Teatro) – Campinas – Teatro

Projeto: Caipirapoeira – (Carlos Henrique Violeiro) – Rio Preto – Música

Projeto: Canta Vento comemora 20 anos (CantaVento) – Campinas – Música

Suplentes

Projeto: Jasper e a Gana – São Paulo – Música

Projeto: Em Análise (Magnolia Cultural) – São Paulo – Teatro

0 Comentário

relacionadas

publicidade
publicidade
publicidade