menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Governo vai investir mais de R$ 1,7 bilhão no programa Estrada Asfaltada

Região de São José do Rio Preto ganha sete conservas de R$ 156 milhões de investimentos

Secretaria Estadual de Transportes, Band Paulista

14h00 - 23/06/2021

Atualizado há 1 mês

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O Governador João Doria e o Vice-Governador Rodrigo Garcia anunciaram esta semana, investimentos de mais de R$ 1,7 bilhão do Estrada Asfaltada, programa que levará melhorias para rodovias de todo o estado. Estão previstas 150 obras que irão modernizar 2.300 quilômetros de vias em 196 cidades do interior e do litoral.  

“Na totalidade dos investimentos já anunciados, tanto no programa Estrada Asfaltada quanto do Novas Estradas Vicinais, o Governo de São Paulo está investindo mais de R$ 4 bilhões em obras e melhorias. É o maior investimento em asfalto e em recuperação de estrada da história do estado”, informou Doria. 

Esses investimentos dão início à nova matriz logística implementada pela Secretaria de Logística e Transportes. As mais de 150 obras do Estrada Asfaltada são tecnicamente chamadas de conservação especial, manutenção de vias que consiste em recape e implantação de nova sinalização das rodovias. “Estamos com o maior programa de recuperação de estradas da história em São Paulo. Até o final do ano, muitas destas obras já serão entregues”, afirmou o Vice-Governador. 

O novo programa prioriza a retomada da economia nacional, apesar da pandemia da COVID-19. “A boa qualidade das rodovias impacta diretamente na redução de acidentes e, ao mesmo tempo, melhora a distribuição logística e aumenta o PIB paulista”, completou o Secretário de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto.  

Região de Rio Preto 

Só na DR 9 (Diretoria Regional do DER) de São José do Rio Preto, são sete obras de conservação que atingem mais de 221 kms em melhorias e R$ 156 milhões de investimento, que irá beneficiar 13 municípios: 

-SP 543 – que passa pelos municípios de Fernandópolis, Guarani D’Oeste e Ouroeste, com 533 km. Valor estimado: R$ 54.216.592,01 

– SP 463 – que liga Jales a Ouroeste, com 43 km. Valor estimado: R$ 37.692.237,8 

– SP 479 – que liga Votuporanga a Riolândia, com 60,6 km. Valor estimado: R$ 30.826.852,21 

– SP 310 – em Neves Paulista, com 1 km. Valor estimado: R$ 1.654.883,81 

– SP 310 – em Nhandeara, com 3,5 km. Valor estimado: R$ 2.593.766,00 

– SP 561 – que liga Jales a Santa Albertina, com 42,2 km. Valor estimado: R$ 20.318.402,86 

– SP 427 – que passa pelos municípios de São José do Rio Preto, Ipiguá e Mirassolândia, com 17,05 km. Valor estimado de R$ 8.861.309,03. 

Cronograma 

Conforme os técnicos do DER explicaram em audiência pública virtual em maio, o novo edital deve ser publicado até julho e a previsão é que os serviços sejam iniciados até o final deste ano. O prazo de conclusão das obras varia de 4 a 14 meses. 

Entre os serviços que deverão ser executados, destacam-se a adaptação da rodovia às novas condições de tráfego e alterações ocorridas no seu entorno; implementação de pequenas obras necessárias para o seu bom funcionamento e a redução do tempo de percurso, com a consequente diminuição no custo de transporte. 

0 Comentário

publicidade
publicidade