menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe

foto: divulgação

Saúde

Indígena de 8 anos é 1ª criança vacinada no Brasil

A criança foi vacinada no Hospital das Clínicas

Band Paulista

14h03 - 14/01/2022

Atualizado há 4 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A primeira criança vacinada contra Covid-19 no Brasil é um garoto indígena de 8 anos. Davi Seremramiwe Xavante vem periodicamente a São Paulo para um tratamento de saúde no Hospital das Clínicas da USP. O governador João Doria acompanhou o início da campanha estadual para crianças de 5 a 11 anos, no início da tarde desta sexta-feira (14).

A campanha de vacinação infantil em São Paulo começou imediatamente após a entrega do lote inicial de 234 mil vacinas pediátricas da Pfizer à Secretaria de Estado da Saúde. As equipes da pasta receberam o imunizante no final da manhã desta sexta, e a distribuição para todas as regiões do estado será iniciada até o final da tarde.

Cronograma estadual

Nesta primeira etapa da campanha de vacinação infantil, o Plano Estadual de Imunização recomenda que as 645 prefeituras do estado priorizem crianças de 5 a 11 anos com comorbidades, deficiência, indígenas e quilombolas. A estimativa é que 850 mil menores nestas condições sejam vacinados de forma prioritária.

O Ministério da Saúde encaminhou apenas 234 mil doses para a Secretaria de São Paulo nesta sexta. A expectativa do Governo do Estado é que o órgão federal encaminhe novos lotes a partir da próxima semana.

A lista das comorbidades é definida pelo Ministério da Saúde. Pais e responsáveis precisam apresentar nos postos de vacinação comprovantes como exames ou qualquer prescrição médica. Os cadastros já existentes nas Unidades Básicas de Saúde também poderão ser utilizados para a vacinação.

O governo de São Paulo também recomenda o pré-cadastro no site (vacinaja.sp.gov.br) para a campanha infantil. O preenchimento do formulário digital é opcional e não é um agendamento, mas agiliza o atendimento nos postos, evitando filas e aglomerações.

Para cadastrar os filhos, pais e responsáveis devem acessar o site, clicar no botão “Crianças até 11 anos” e preencher o formulário. Se o processo não puder ser feito pela internet, os pais não precisam se preocupar, pois o cadastro completo poderá ser feito presencialmente nas unidades de vacinação.

Lista de comorbidades do Ministério da Saúde:

Insuficiência cardíaca

Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar

Cardiopatia hipertensiva

Síndromes coronarianas

Valvopatias

Miocardiopatias e pericardiopatias

Doenças da aorta, grandes vasos e fístulas arteriovenosas

Arritmias cardíacas

Cardiopatias congênitas

Próteses e implantes cardíacos

Talassemia

Síndrome de Down

Diabetes mellitus

Pneumopatias crônicas graves

Hipertensão arterial resistente e de artéria estágio 3

Hipertensão estágios 1 e 2 com lesão e órgão alvo

Doença cerebrovascular

Doença renal crônica

Imunossuprimidos (incluindo pacientes oncológicos)

Anemia falciforme

Obesidade mórbida

Cirrose hepática

HIV

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade