menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe

Divulgação: Prefeitura de Olímpia

Notícias

Museu de Arte Sacra de Olímpia reabre para visitação neste sábado (24)

A visitação do público deve respeitar todos as medidas recomendadas como o distanciamento, controle de capacidade e uso de máscara

Band Paulista

10h00 - 24/04/2021

Atualizado há 11 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Com a autorização para a retomada das atividades culturais, o Museu de Arte Sacra e Diversidade Religiosa da Estância Turística de Olímpia reabrirá a partir deste sábado com duas novas exposições inéditas para visitação do público.

A primeira delas “Da Dor ao Renascimento”, está montada no piso inferior do prédio e traz peças alusivas ao tempo da Páscoa e sua celebração em diversas religiões, como católica, judaica e pagã. O acervo conta com objetos da Paróquia Nossa Senhora Aparecida de Olímpia e do Museu de Arte Sacra de São Paulo.

Uma das peças que está na mostra faz parte da exposição temporária “il Cristo Velato”, do Museu da capital. O Cristo Velado é uma escultura de mármore de 1753, esculpida pelo reconhecido artista napolitano Giuseppe Sanmartino para a Capela Sansevero, em Nápoles, na Itália. Considerada uma das mais importantes obras-primas de todos os tempos, o Cristo apresenta-se deitado sobre um colchão rudimentar, apoiado por duas almofadas e velado por um sudário finíssimo, disposto de forma tão rente ao corpo que não parece ser um trabalho feito em mármore. Graças à moderna tecnologia e à concessão da autorização dada pelo Museo Capella Sansevero, a peça proporcionará aos visitantes a possibilidade de admirar uma reprodução realizada com projeção volumétrica idêntica à original.

Já no piso superior do prédio, estará a exposição “Mestres e Anônimos do Barroco Luso-Brasileiro”, que traz peças autênticas do Barroco Brasileiro, em entalhes e imagens, além de peças dos grandes mestres do Barroco como Aleijadinho, Mestre Valentim da Fonseca e Silva, Frei Agostinho da Piedade, Frei Agostinho de Jesus e outros anônimos do Barroco. A curadoria é uma parceria com o colecionador Rafael Schunk.

A abertura das exposições ocorrerá neste sábado, dia 24, a partir das 13h. A visitação do público deve respeitar todos as medidas recomendadas como o distanciamento, controle de capacidade, uso de máscara, entre outras regras necessárias para garantir a prevenção.

O Museu

O Museu de Arte Sacra e Diversidade Religiosa de Olímpia é o primeiro deste gênero em todo o noroeste paulista. O equipamento foi implantado no conhecido Palacete Tonanni, imóvel histórico da cidade, da década de 1910, que abrigava o antigo Museu de História e Folclore e foi totalmente restaurado para resgatar as características estruturais e construtivas originais do prédio.

O novo museu foi inaugurado no fim de dezembro com duas exposições, sendo uma delas também em parceria com o Museu de Arte Sacra da capital. No entanto, na segunda quinzena de fevereiro, o atrativo precisou suspender as atividades devido às medidas restritivas adotadas pelo Estado para contenção da onda mais grave da pandemia da Covid-19, ficando fechado para visitação por mais de 60 dias, sendo retomadas as atividades no fim deste mês de abril.

O equipamento está localizado na Rua David de Oliveira, 420. As novas exposições ficarão disponíveis para visitação ao público até o final de junho, de terça-feira a domingo, das 13h às 19h.

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade