menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe

Imagem: Polícia Ambiental

Notícias

Polícia apreende papagaio mantido em cativeiro em uma casa de Marília

A ave foi levada para o Bosque Municipal

Band Paulista

10h30 - 03/03/2021

Atualizado há 1 mês

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A Polícia de Meio Ambiente recebeu uma denúncia anônima, na tarde desta terça-feira (2), e seguiu para o bairro Salgado Filho, em Marília. No local, os militares encontraram papagaios sendo criados em cativeiro.

A ave foi levada para o Bosque Municipal de Marília (Foto: Polícia Ambiental)

Os policiais notaram que a ave dispunha de água e alimentação, porém, estava com as penas de uma das asas cortadas. O papagaio não tinha anilha de identificação, e não consta nas listas oficiais que definem os animais ameaçados de extinção.

A proprietária da ave recebeu um Auto de Infração por ter em cativeiro uma espécie da fauna silvestre nativa sem autorização do órgão ambiental competente. A multa foi de R$ 500, e por praticar ato de maus tratos a animal silvestre nativo, ela recebeu outra penalidade no valor de R$ 3 mil.

De acordo com a lei, o fato de ter animal em cativeiro sem a devida autorização e praticar maus tratos contra animal silvestre nativo, configuram, em tese, crimes contra o meio ambiente.

O pássaro passou por análise de uma veterinária, e devido estar com as penas de uma das asas cortadas, foi levado para o Bosque Municipal, de Marília.

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade