menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe

Reprodução internet

Notícias

Vendas de sorvete seguem em alta no interior paulista

Sem crise

Band Paulista , Band Paulista

10h00 - 27/02/2021

Atualizado há 1 mês

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Seja na casquinha, no pote ou no palito sorvete é sempre bom. Neste período em que muitos segmentos vivem uma de crise por conta da pandemia, o setor de vendas de sorvete manteve as vendas aquecidas.

A equipe da Band Paulista foi até uma fábrica no município de Olímpia, para conferir a produção, e a pandemia por lá, não atrapalhou o negócio. “Esse período conhecido como safra do sorvete, a partir de setembro quando as temperaturas aumentam muito, é sempre visível a aceleração do consumo,” explica Rodrigo Furlan que é um dos donos da fábrica.

Mas para produzir as delícias, é necessário muita paciência e atenção. Segundo a engenheira de alimentos Vanessa Armelin “Tudo começa na calda base. Depois já partem para o processo de pasteurização. Depois a calda ganha corpo, depois é feita a aromatização das caldas, onde ganham a sua identidade. A partir daí é passada para os nossos produtores de sorvete, que é onde saem essas delícias que todos já conhecem e amam.”

A equipe também esteve em uma sorveteria de Olímpia, lá as vendas precisaram ser adaptadas. Com as constantes alterações na abertura do comércio, o jeito foi comprar o sorvete e levar pra casa. “O consumo de picolés ou em massa aqui na sorveteria, acabou caindo devido as pessoas não consumirem aqui. Elas passaram a levar mais os potes, onde as pessoas consomem mais em casa,” explica Alexandre Rizzatti empresário dono do estabelecimento.

Só de olhar já dá água na boca. E é assim que as expectativas do mercado não param de crescer “Ano passado foi um ano atípico, com o comércio bastante afetado. Mas acreditamos que as vendas cresçam até 15%.”

0 Comentário

publicidade
publicidade