menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Secretário de Segurança de Campinas vai à PGR e denuncia desembargador que humilhou guarda em Santos

Advogado pede investigação por abuso de autoridade

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

11h38 - 21/07/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O secretário de Segurança Pública de Campinas, Luiz Augusto Baggio, protocolou ontem uma representação criminal contra o desembargador Eduardo Siqueira, que rasgou uma multa ao ser autuado por não usar máscara de proteção contra o novo coronavírus e desrespeitou um guarda municipal, em Santos, litoral sul paulista. O documento foi enviado ao procurador geral da República Augusto Aras.

Na representação criminal, Baggio, que também é membro do Cosmus (Conselho dos Secretários Municipais de Segurança Pública do Estado de São Paulo), aponta a ocorrência, em tese, dos crimes de infração de medida sanitária preventiva, desacato a funcionário público, supressão de documento e abuso de autoridade.

Secretário de Segurança de Campinas avalia que desembargador deve ser julgado sob a ótica criminal

No último sábado (18/07), o desembargador humilhou um guarda municipal ao se negar a usar máscara facial na calçada pública. O desembargador chamou o guarda de analfabeto, chegou a telefonar para o secretário de Segurança Pública de Santos, tentando se esquivar de ser multado, e, ao final, rasgou a multa aplicada pelo guarda

Baggio afirma que optou pela representação criminal porque no campo ético e disciplinar, o caso já está sendo apurado, pelas corregedorias do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e do Conselho Nacional de Justiça. ” Diante da gravidade e repercussão do caso, é vital que a Procuradoria da República apure os fatos também sob ótica criminal”, disse ele.

Desembargador tenta se livrar de multa pelo não uso da máscara contra o coronavírus


0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade