menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Sem recursos, Unicamp veta Hospital de Campanha na universidade para combate ao coronavírus

Reitor diz que não tem dinheiro para custear a unidade de 100 leitos de média e alta complexidade

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

18h19 - 08/04/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A direção da Unicamp vetou nesta quarta-feira (08/04), a instalação de um Hospital de Campanha para atendimento de pacientes da covid-19, cujos equipamentos são doados pelo ONG Médicos Expedicionários.

Segundo o reitor da universidade, Marcelo Knobel, a decisão se dá por dois motivos. O primeiro é que a Unicamp não tem condições de arcar com o custeio de um hospital com capacidade para 100 leitos. E o segundo porque a universidade quer focar no atendimento de pacientes de alta complexidade.

Desde o início deixamos claro que poderíamos ceder o espaço, mas não teríamos condições de colocar dinheiro para contratar médicos, enfermeiros e comprar insumos. Esse hospital precisa de alguns milhões e não temos condições financeiras. Antes da covid-19, a nossa estimativa era de um déficit de r$ 250 milhões. E em todas as tratativas não ficou claro quem vai assumir o custeio e não posso assumir essa despesa

Marcelo Knobel, reitor da Unicamp

O hospital seria instalado no Ginásio da Unicamp e iria atender pacientes de média complexidade. “Também decidimos nos focar naquilo que somos especialistas, que é o atendimento de alta complexidade. Esse hospital é fundamental e pode ser instalado em outra região”, disse o reitor.

Tanto o prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), quanto o secretário de Saúde, Carmino de Sousa, disseram durante a live feita nesta quarta-feira (08/04) que vão falar com o reitor para tentar reverter a decisão. “A situação (financeira) da prefeitura é mais complicada que a Unicamp. Temos de nos arriscar um pouco mais com os números porque precisamos salvar vidas”, disse o prefeito.

Na semana passada, a Prefeitura de Campinas recebeu cerca de R$ 14 milhões do governo do Estado para investir em ações no combate ao coronavírus, como, por exemplo, Hospital de Campanha. Alternar painel: Custom AMP Editor

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade