publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

SP muda critério e Campinas fica na fase amarela até o dia 10 de outubro

A regressão para o fechamento do comércio, no entanto, poderá ocorrer a qualquer momento

Rose Guglielminetti, Band Mais

14h36 - 11/09/2020

Atualizado há 5 meses

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Campinas vai ficar na fase amarela até dia 10 de outubro. Isso porque o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta sexta-feira (11/09) a mudança de protocolo para mudanças de fases das cidades, que passará a ser mensal e não mais quinzenal. Todos os 645 municípios do Estado estão na fase amarela no Plano de Flexibilizaçaõ de São Paulo.

A fase amarela permite o funcionamento, com restrições, do comércio de rua, shoppings centers, escritórios, bares e restaurantes, academias, salões de beleza e barbearias. A abertura é por um período de 8 horas e com capacidade de 40% de público dentro dos estabelecimentos comerciais.

“Devido à regressão vigorosa dos indicadores no estado, entramos em uma nova fase de monitoramento da pandemia. Por questão de segurança, as requalificações do Plano São Paulo passam a ser mensais, ao invés de quinzenais”, declarou Doria.

Apesar da alteração no período de medição do Plano São Paulo, o Governo do Estado poderá decretar regressão para a fase vermelha de qualquer região, a qualquer momento, em caso de piora significativa das taxas de contaminação por coronavírus ou redução acentuada da capacidade hospitalar.

Essa foi a quarta reclassificação no Plano São Paulo. No último dia 27 de julho o governo alteraram os critérios dos índices monitorados como percentual de ocupação de leitos de UTI, o que permitiu que regiões fosse para a fase amarela com mais facilidade.

As regiões nas fases 3 (Amarela) ou 4 (Verde) têm de ter indicadores semanais inferiores a 40 internações por Covid-19 a cada 100 mil habitantes e 5 mortes a cada 100 mil habitantes.

0 Comentário

publicidade
publicidade
Mais notícias