menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Taxa de desistência de professores para exame da covid-19 é alta

Pelo menos 42,4% dos profissionais faltam ao exame. Prefeitura quer fazer o teste em 8 mil pessoas

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

06h30 - 27/10/2020

Atualizado há 1 mês

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A taxa de desistência de professores da Prefeitura de Campinas para fazer o exame de covid-19 é alta: 42,4%. Dos 2.964 que estavam agendados para fazer o exame, entre 21 de setembro a 20 de outubro, apenas 1.705 compareceram para fazer a testagem.

“A taxa de absenteísmo tem sido muito alta. Os professores agendam e não tem ido fazer o exame”, disse o secretário de Saúde de Campinas, Cármino de Souza.

A Secretaria de Saúde pretende testar cerca de 8 mil profissionais da Rede Municipal de Educação.   

Os exames estão sendo realizados pela Secretaria de Saúde em parceria com o Laboratório Hilab, como já aconteceu nos inquéritos sorológicos realizados nas secretarias de Saúde e Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública.

Os testes são tantos os profissionais de carreira quanto os das empresas terceirizadas que prestam serviço nas escolas.

É um teste rápido, que detecta, por meio de exame de sangue (uma gota), se a pessoa produziu anticorpos, recentemente ou há mais tempo, contra o coronavírus.  A plataforma Hilab faz a leitura da gota de sangue e envia dos dados para uma central.

O resultado é conhecido 15 minutos depois. A pessoa testada recebe o resultado no e-mail ou no celular.

Os exames dos profissionais da Educação estão centralizados no Laboratório Municipal, que fica no Hospital Ouro Verde, e na Policlínica 3, localizada ao lado do Hospital Mário Gatti. 

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade