menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Entretenimento

The Offspring lança seu primeiro disco em quase 10 anos

O guitarrista Noodles falou à Rolling Stone Brasil sobre junção de punk e pop em Let The Bad Times Roll

Marmella, Educadora FM

15h15 - 16/04/2021

Atualizado há 22 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Até que enfim! Desde “Days Go By”(2012), o The Offspring tem deixado seus fãs com saudade, sem disco novo. Esse problema foi resolvido, pois a banda acaba de liberar o álbum de estúdio “Let the Bad Times Roll” nesta sexta-feira (16).

A espera foi tanta, que o primeiro single deste 10º compilado foi lançado lá em 2015. É a faixa “Coming for You”. Na sequência, a faixa-título e “We Never Have Sex Anymore” foram promovidas. Essas duas últimas trazem uma sonoridade bem conhecida e querida do público do The Offspring.

“Estivemos compondo e gravando por todo esse tempo, mas desta vez não tivemos uma data definida para entregar o álbum”, revela o guitarrista Noodles em entrevista à Rolling Stone Brasil. “Os últimos três anos foram muito criativos para nós. Fizemos uma música atrás da outra e entramos rápido em estúdio para gravá-las”, diz o músico sobre o trabalho finalizado pouco tempo antes da pandemia do coronavírus começar. 

“Terminamos de gravá-lo antes da pandemia. No início, decidimos não lançá-lo enquanto não voltássemos a poder realizar turnês, mas pensamos melhor e dissemos a nós mesmos: ‘O álbum está pronto e ele é realmente bom. Então, vamos lançá-lo! Os fãs não aguentam mais esperar'”, explicou. 

“Nosso foco foi fazer um trabalho em que os fãs o reconhecessem como um álbum do The Offspring”, conta o guitarrista, e continua: “Misturamos punk rock com o pop, assim como temos feito em praticamente quase todos os nossos álbuns. Se eu for classificar o novo disco, diria que fizemos algo entre Americana (1998) e Conspiracy Of One (2000). Sonoramente, nos baseamos nesses álbuns.”

Além das inéditas, o disco ainda apresenta uma nova versão intimista para a balada “Gone Away”, lançada originalmente no álbum “Ixnay on The Hombre” (1997).

“Apresentamos essa versão intimista de ‘Gone Away’ em alguns dos nossos shows e funcionou muito bem. Os fãs enlouqueceram e ela se tornou um momento especial das apresentações. Então, os fãs começaram a nos pedir para que a gravássemos na versão somente com piano e voz.”, conclui o guitarrista.

E sobre o contexto das letras das faixas, Noodles contou: “No álbum, falamos sobre a sociedade e o sobre líderes mundiais. Fazemos de um jeito em que levantamos questões importantes e apontamos os pontos dos problemas, fazendo com que as pessoas reflitam sobre”. 

“Let The Bad Times Roll é como estamos vendo o mundo. Os líderes mundiais estão fazendo os tempos ruins ‘rolarem’. Eles querem manter as pessoas separadas porque que é o jeito deles se manterem no poder. Aconteceu nos Estados Unidos e acontece algo parecido no Brasil agora”, conclui o guitarrista. 

Apesar dos tempos “difíceis”, o disco também traz seu lado descontraído, como na versão punk rock e divertida da música clássica “In The Hall of The Mountain King”, de Edvard Grieg, e conhecida por ilustrar desenhos clássicos do Mickey, Pato Donald, Pateta, Os Três Mosqueteiros e Trolls (2016), da Dreamworks. 

“Na verdade, não houve um motivo especial para incluirmos ‘In The Hall of The Mountain King’ no disco. Foi por pura diversão mesmo, uma descontração. Eu gosto desse negócio de pegar músicas clássicas e transformá-las em punk rock”, finaliza Noodles. 

Ouça:

0 Comentário

relacionadas

publicidade
publicidade
publicidade