menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Torre de Controle do aeroporto de Sorocaba entra em operação definitiva

Operação é das 6 às 23 horas.

20h45 - 01/07/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O Departamento Aeroviário do Estado (Daesp), órgão da Secretaria Estadual de Logística e Transportes, deu início, nesta quarta-feira (01/07) à operação regular e definitiva na Torre de Controle do Aeroporto Estadual Bertram Luiz Leupolz, em Sorocaba. A ação foi homologada pela Força Aérea Brasileira e é feita em conjunto com o Serviço Regional de Proteção ao Voo (SRPV), da Aeronáutica.
Entregue em dezembro do ano passado, a Torre estava em processo de aprovação, necessário para observar o fluxo no aeroporto e fazer as adequações pertinentes. A torre passa a operar ininterruptamente das 6 às 23 horas.

Para o Secretário Estadual de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto, a operação da torre é uma conquista para a aviação regional e ganha ainda mais força agora no processo de desestatização dos aeroportos que está em andamento pelo Governo Paulista. “O aeroporto de Sorocaba se torna ainda mais atrativo para receber recursos da iniciativa privada. Isso porque todos os investimentos que fizemos tornaram-no um importante polo da aviação geral e executiva com todos os requisitos necessários para crescer ainda mais. O aeroporto tem localização estratégica, excelente infraestrutura, segurança, além de estar consolidado como um grande centro de manutenção de aeronaves”, afirmou.

Além disso, João Octaviano destacou que todas essas características reforçam o potencial do aeroporto para a sua internacionalização. “Este processo para torná-lo internacional focado na manutenção de aeronaves está em andamento e trará ainda mais desenvolvimento para a região”, concluiu.

Desestatização

Incluído no processo de desestatização do Governo Paulista, o aeroporto de Sorocaba faz parte do bloco Sudeste e tem investimentos de mais de R$ 10 milhões previstos ao longo da concessão, dos quais mais de R$ 6 milhões concentram nos três primeiros anos de contrato. De acordo com o diretor superintendente do Daesp, Antonio Claret de Oliveira, a previsão original é que a publicação do edital ocorra ainda neste ano, mas não descarta alterações no cronograma, em razão da pandemia do coronavírus.
 “Apesar da pandemia, seguimos trabalhando firme no processo de desestatização e na retomada consciente dos voos pelo interior paulista. Os nossos aeroportos têm papel fundamental para o desenvolvimento econômico de São Paulo e todo o Brasil”, afirmou.

Obras entregues

Dividida em duas etapas, a primeira parte da implantação da torre de controle consistiu na construção da infraestrutura do prédio com investimento de R$ 13,8 milhões do Tesouro do Estado. Na segunda etapa, foram entregues os equipamentos de navegação para a operação da Torre de Controle, como rádios VHF, Central de Áudio, Sistema Meteorológico e Sistema Indicador de Rampa de Aproximação (PAPI). O investimento foi de R$ 7,6 milhões e executado por convênio entre o Governo do Estado e a Secretaria Nacional de Aviação Civil (SNAC).
Além disso, o DAESP entregou o sistema de segurança eletrônica que opera 24 horas no aeroporto com investimento de R$ 29 mil por mês. Composto por um circuito fechado de TV, com 16 câmeras, a central conta também com quatro operadores que se revezam por turno – dia e noite – para garantir a segurança na unidade.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade