menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe

Comunicação Urbes

Notícias

Transporte público em Sorocaba segue paralisado

Paralisação teve início na segunda-feira

Band Mais

11h07 - 25/03/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Os sorocabanos ainda estão sem transporte público, mesmo após determinação do Tribunal Regional do Trabalho de retorno imediato da operação.

A paralisação do transporte ocorre desde a segunda-feira (23/03) às 11 horas, data em que o Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região recolheu toda a frota de ônibus dos transportes urbano, intermunicipal e rodoviário nos 43 municípios que compõem a base de representação da entidade. Segundo o Sindicato, o motivo da decisão foi o agravamento do quadro de propagação do Coronavírus.

Na terça-feira, o Tribunal Regional do Trabalho da 15ª região (Campinas-SP) foi favorável ao pedido feito pela Prefeitura de Sorocaba, por meio da Urbes – Trânsito e Transportes, e determinou o imediato retorno da operação do transporte coletivo da cidade.

De acordo com a desembargadora relatora, Rosemeire Uehara Tanaka, que concedeu a liminar determinando a disponibilização de 60% da frota em horários de pico, ou seja, das 5 às 8 horas e das 17 às 20 horas, e 40% da frota no restante do dia.

Segundo informações da Comunicação da Urbes, desta forma, cabe ao sindicato da categoria acatar a decisão, sob pena de ser multado em R$ 50 mil por dia, valor que pode ser aumentado caso haja notícia do descumprimento e ação de violência e prejuízo ao patrimônio público.

Decretação da ilegalidade da paralisação de ônibus

Na manhã desta quarta-feira (25), a Urbes – Trânsito e Transportes informou que entrará ainda hoje com mais uma petição no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 15ª Região para comunicar sobre descumprimento da liminar por parte do sindicato dos rodoviários e pedir pela aplicação de todas as sanções e pela decretação da ilegalidade da paralisação dos ônibus na cidade. 

Segundo nota da Urbes, sindicato paralisou totalmente as linhas de ônibus sem aviso prévio. “Ao ser surpreendida com a paralisação de 100% do transporte coletivo na terça-feira (24), a Prefeitura de Sorocaba e a Urbes – Trânsito e Transportes ajuizaram ação com pedido liminar junto ao TRT para garantir o transporte, principalmente, àqueles que estão trabalhando na linha de frente para evitar a disseminação do Covid-19 no município”, segundo informações da nota.

 72 horas de antecedência

Em notícia no site do Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região, o Sindicato informa que notificou as empresas de transportes, em prazo de 72 horas, sobre a possível paralisação total dos trabalhadores em transportes caso ocorresse o agravamento na proliferação do coronavírus (Covid-19). Segundo o Sindicato, o documento foi protocolado no dia 19 de março. O documento protocolado pelo Sindicato diz, segundo o Sindicato: “Garantia de emprego e salário a todos os trabalhadores(as), caso ocorra agravamento na proliferação do vírus, onde poderá haver suspensão total dos serviços de transporte”.

Cida Haddad/ Eko Digital

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade