menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

TSE vai retomar julgamento sobre abuso religioso em campanhas eleitorais

Decisão pode abrir precedendente para cassaçaõ de mandatos de políticos

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

13h17 - 04/08/2020

Atualizado há 2 meses

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) vai retomar no próximo dia 13 de agosto o julgamento que poderá levar à cassação de mandatos de políticos que cometem o chamado “abuso religioso” em campanhas.

O julgamento, iniciado em junho, analisa o analisa o caso da vereadora Valdirene Tavares (Republicanos), de Luziânia (GO). Segundo a denúncia, ela, que é pastora, pediu votos numa igreja da Assembleia de Deus.

O relator, Edson Fachin, apesar de ter votado contra a cassação do mandato, pediu para que seja avaliada a possibilidade de inclusão do abuso religioso em ações que apontam abuso econômico e político. O pedido se dá em cima do conceito de que igrejas não podem financiar candidatos.

Já o ministro Alexandre de Moraes votou contra por avaliar que seria aberta a possibilidade de cassar políticos, por exemplo, por abuso sindical, empresarial e corporativo.

O primeiro a votar na semana que vem será o ministro Tarcísio Vieira. O resultado é imprevísivel. O TSE tem sete ministros.

Congresso

A bancada evangélica trabalha no Congresso para tentar convencer os presidentes Rodrigo Maia (Câmara) e Davi Alcolumbre (Senado) par mudar a legislação no sentido de permitir campanhas em igrejas.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade