publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Usina Verde de Campinas entra na fase final da montagem de estrutura que otimiza compostagem

Local já recebe cerca de 100 toneladas diárias de material, que rendem aproximadamente 30 toneladas do composto

Band Mais

11h40 - 15/02/2021

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A Usina Verde de Campinas, que produz adubo orgânico a partir de resíduos de poda de árvores, restos de frutas e lodo de esgoto, está na fase final da montagem da estrutura, que ficará completa até o fim de fevereiro. Estão sendo instaladas coberturas sobre o terreno onde fica esse material, para garantir e otimizar a operação dos processos de compostagem, que é feita com máquinas, e evitar a atração de aves.

A cobertura é de polietileno de alta densidade, transparente, um material resistente e durável, instalada sobre uma estrutura metálica. Está sendo instalada em sete pavilhões e vai abranger uma área total de 200 metros por 75 metros.

A Usina Verde começou a funcionar, em forma de piloto, no início de 2020. Em novembro, foi oficialmente inaugurada. Recebe cerca de 100 toneladas diárias de material e transforma em adubo orgânico, que rendem aproximadamente 30 toneladas do composto.

Inicialmente, o adubo começou a ser utilizado no cultivo de espécies arbóreas e de flores, no Viveiro Municipal, e em experimentos com sementes, no Instituto Agronômico de Campinas (IAC) e agora foi ampliado e está sendo utilizado pelo Departamento de Parques e Jardins (DPJ) principalmente em canteiros e áreas onde são plantadas flores, mudas de árvores e feita troca de grama.

Transformar esses resíduos em adubo orgânico, além da riqueza de nutrientes, traz ganhos financeiros e ambientais à cidade. De acordo com o secretário municipal de Serviços Públicos, Ernesto Paulella, o material deixa de ir para aterro sanitário, liberando mais espaço, e gerando economia. E, por passar pelo processo de compostagem, deixa de gerar chorume e emitir gás metano, um dos mais maléficos à camada de Ozônio.

A implantação e o funcionamento da usina é uma parceria da Secretaria Municipal de Serviços Públicos com a Sanasa, a Ceasa (Centrais de Abastecimento de Campinas) e o IAC (Instituto Agronômico de Campinas). A Usina fica numa área de 17 hectares dentro da Fazenda Santa Elisa, do Instituto Agronômico de Campinas (IAC).

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade