menu 25-anos
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Vereador do PV é acusado de infidelidade partidária

Parlamentar é acusado de apoiar pré-candidato de outro partido

Blog da Rose

10h00 - 09/11/2019

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O vereador Permínio Monteiro (PV) está sendo acusado de infidelidade partidária. Segundo Messias Gonçalves Junior, autor da denúncia, o parlamentar ao invés de apoiar Rogério Menezes, presidente do PV e pré-candidato a prefeito pela legenda, estaria apoiando o deputado estadual Rafa Zimbaldi (PSB), que também almeja sentar na principal cadeira do Palácio dos Jequitibás.

O estopim foi a organização pelo vereador de uma reunião, no último dia 31 de outubro, com cerca de 100 pessoas no Jardim Nova Europa com a presença de Zimbaldi. Segundo a representação, o vereador usou como subterfúgio “um ato de prestação de contas”. Só que o texto da representação diz que os presentes teriam sido incitados a aclamarem Rafa Zimbaldi como prefeito eleito, “não havendo nenhum movimento de repreensão por parte do vereador que também participou da ovação”, escreveu Messias Gonçalves.

Os envolvidos

Permínio diz que está sendo injustiçado. Ele lembra que o PV e o PSB pertencem à base de governo de Jonas Donizette (PSB), prefeito de Campinas. Rogério Menezes, inclusive, é secretário do Verde. “Não há nenhuma infidelidade partidária. Os dois partidos são base. Existem vários filiados do PV no governo. Inclusive, o Messias é comissionado na Secretaria de Ação Social. A reunião é pública e foi de prestação de mandato”, disse o parlamentar.

Ele acrescentou ainda que só pode ter outra atitude se o PV for para a oposição. “Eu disse ontem (07/11) durante a reunião do partido, quando discutimos esse assunto, que o Rogério deveria deixar o governo”, ressaltou Permínio Monteiro.

Menezes, por sua vez, disse que esperava que essa discussão ficasse no âmbito interno do partido porque ainda será analisada pelo Conselho de Ética. Ele disse ainda que foi aprovado pro ampla maioria o envio da denúncia ao Conselho de Ética.

O presidente do PV disse ainda que o parlamentar terá amplo direito de defesa.

Sobre a sua saída do governo, Rogério Menezes respondeu que: “O PV tem o compromisso com o prefeito Jonas Donizette de concluir as entregas previstas neste ano de 2019 que tem carácter administrativo. Sempre nos orientamos pela ética e pela fidelidade.”

publicidade
publicidade
publicidade