menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Vereador pede ao MP que investigue falta de professores em escola de Campinas

Pelo menos 77 alunos só vão ter aulas em março

Blog da Rose

17h48 - 19/02/2020

Atualizado há 5 meses

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O vereador de Campinas, Gustavo Petta (PCdoB), recorreu nesta quarta-feira (19/02) ao Ministério Público para investigar a falta de professores na Escola Municipal Correia de Mello, no Parque Universitário. Devido ao problema, 77 alunos matriculados no 1º, 2º e 4º da unidade escolar vão iniciar o período letivo apenas no mês que vem. As aulas na Rede Municipal de Ensino começaram no último dia 6.

A alegação da Secretaria de Educação é que os professores que vão assumir essas aulas prestaram concurso público recentemente e estão em período de entrega de documentos e exames médicos.

Para o parlamentar, a justificativa da prefeitura não se sustenta, já que o calendário escolar é previsto com antecedência. “É um desrespeito com as famílias e com as crianças. Uma irresponsabilidade da prefeitura que teve todo tempo necessário para se planejar. Um grave prejuízo pedagógico para a escola e todos envolvidos”, disse o parlamentar.

O vereador recorreu ao promotor da Vara da Infância e Juventude Rodrigo Augusto de Oliveira para que ele possa garantir o direito das crianças de terem acesso à educação.

Vanessa Barros da Silva, mãe de um aluno do 1º ano, disse que além do prejuízo pedagógico, há o econômico. “Tenho que pagar uma pessoa para ficar com meu filho porque não tenho com quem deixá-lo e estou pagando uma perua escolar sem usá-la”, disse ela.

Outro lado

Ontem, a Secretaria de Educação informou que está contratando 317 professores que irão repor os que se aposentaram, se demitiram ou morreram. Porém, em alguns casos, como o desta escola, os docentes estão na fase de entrega de documentos e exames médicos. Informou que as aulas destas turmas só irão começar em março e que irá repor o conteúdo.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade