menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Vereador vai ao MP para denunciar uso político da Sanasa na contratação de dirigentes de partidos

Salários vão de R$ 18 mil a R$ 28 mil por mês

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

16h42 - 02/07/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O vereador Tenente Santini (PP) vai protocolar ação no Ministério Público para demonstrar o uso político da Sanasa – empresa responsável pelo saneamento da cidade. Segundo ele, vários líderes de partidos políticos que fizeram parte do arco de alianças que elegeu o prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), têm cargos com salários que chegam a 28 mil por mês na empresa pública.

Segundo ele, o primeiro-vice presidente do MDB tem um salário de R$ 28 mil como gerente do Meio Ambiente. Já o presidente do PL recebe R$ 26 mil por ocupar o cargo de coordenador de Gestão de Núcleos. O presidente do Republicanos recebe R$ 18,9 mil por ser assessor da diretoria da Sanasa. Outro representante do PSL, que ocupa cargo de assessor, também recebe R$ 18 mil.

E até outro dia, o PSC, também tinha o presidente da legenda como gerente da Sanasa, com um salário de R$ 28 mil. Ele foi exonerado, assim como outros políticos ligados ao PSC, após terem fechado apoio à candidatura a prefeito do deputado estadual, Rafa Zimbaldi (PL). O candidato do prefeito Jonas Donizette (PSB) é o ex-secretário Wanderley de Almeida.

Santini também relacionou o presidente da Sanasa, Arly de Lara Romeo, que hoje está no PSL, mas já foi do PSB. Ele recebe R$ 40 ml, dos quais 10 mil são referentes a verba extraordinária.

“Durante sete anos a Sanasa funcionou como um cabide de emprego para dirigentes políticos ligados ao prefeito. Talvez isso explique a taxa de água mais cara do pais”, escreveu Santini numa rede social.

O acesso aos cargos e valores obtidos pelo vereador ocorreu após ele ter ido na Justiça para obrigar a Sanasa a publicar as informações completas em seu site oficial.

Outro lado

Procurada para comentar as informações, a assessoria da Sanasa disse que não iria comentar o assunto.

1 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
  • Claudinei disse:

    A sanasa me cobrou este mês o que não gastei , reclamei e até agora nada , o povo não está acompanhando as leitura no hidrômetro e ele estão negando à população

publicidade
publicidade
Mais notícias