menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Vereadores de Campinas congelam os salários até 2024

Subsídio vai permanecer em R$ 10.070,86; nove vereadores faltaram à sessão

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

11h19 - 12/11/2020

Atualizado há 20 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Os vereadores de Campinas aprovaram nesta quinta-feira (12/11) por unanimidade o congelamento dos salários até a próxima legislatura que vai de 2021 até 2024. A Câmara é obrigada a votar no ano anterior à nova legislatura se vai aumentar ou não o subsídio dos parlamentares, que hoje é de R$ 10.070,86.

A proposta recebeu 22 votos favoráveis dos que estavam presentes na sessão. Outros nove vereadores faltaram e apenas um, Carlão do PT, justificou a ausência da reunião.

A Constituição fixa o teto do salário dos vereadores em 75% dos vencimentos dos deputados estaduais, que é de R$ 25,3 mil. Com isso, os vereadores poderiam receber hoje R$ 18,9 mil mensais. Porém, os subsídios em Campinas permanecem em R$ 10.070,86.

A ausência de alguns parlamentares na votação, acabou gerando críticas de colegas que avaliaram que todos deveriam estar presentes para definir o seu posicionamento. A decisão pelo congelamento também era esperada, já que nenhum parlamentar iria votar pelo aumento dos próprios saláriros três dias antes das eleições municipais.

Ausentes

– Filipe Marchesi (PSB) – não justificou
– Gilberto Vermelho (PSB) – não justificou
– Marcelo Silva (PSD) – não justificou
– Mariana Conti (Psol) – não justificou
– Nelson Hossri (PSD) -não justificou
– Paulo Galtério(PL) – não justificou
– Pedro Tourinho (PT) – não justificou
– Tenente Santini (PP) – não justificou
– Vinicius Gratti (PP) – não justificou
– Carlão do PT (PT) – ausência justificada (morreu um parente)

Aprovaram o congelamento  

– Airton da Farmácia (PSB)
– André Von Zuben (Cidadania)
– Antônio Flôres (sem partido)
– Aurélio Claudio (PDT)
– Campos Filho (Podemos)
– Carmo Luiz (PSC)
– Cidão Santos (PSL)
– Edson Ribeiro (PSL)
– Fernando Mendes (Republicanos)
– Jorge da Farmácia (PSDB)
– Jorge Schneider (PL)
– Juscelino da Barbarense (PL)
– Luis Yabiku (PSB)
– Luiz Cirilo (PSDB)
– Luiz Rossini (PV)  
– Gustavo Petta (PCdoB) 
– Perminio Monteiro (PSB) 
– Pastor Elias Azevedo (PSB) 
– Professor Alberto (PL)  
– Rodrigo da Farmadic (DEM)  
– Rubens Gás (DEM)  
– Zé Carlos (PSB) 

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade