menu 25-anos
facebook instagram

Vídeos

Compartilhe

Charles Platiau/Reuters

Notícias

Sorocaba permanece na fase vermelha do Plano SP

Decisão foi justificada devido à taxa de ocupação de leitos e a fila de espera de pacientes que aguardam internação

Decisão foi justificada devido à taxa de ocupação de leitos e a fila de espera de pacientes que aguardam internação

, Band Mais

19h32 - 10/07/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A prefeita de Sorocaba, Jaqueline Coutinho, anunciou na tarde desta sexta-feira (10/07) que a cidade se manterá na Fase Vermelha do Plano São Paulo. A medida foi divulgada em coletiva de imprensa realizada no Salão de Vidro do Paço Municipal, após o Governo do Estado de São Paulo colocar a região de Sorocaba, composta por 48 cidades, na Fase Laranja. A decisão foi justificada devido à taxa de ocupação de leitos e a fila de espera de pacientes que aguardam internação.

Durante seu discurso, Jaqueline ressaltou a importância da decisão para evitar o risco de saúde à população e para que a assistência não entre em colapso. “Reforçamos que o isolamento social é essencial durante essa pandemia e que as pessoas respeitem as medidas preventivas e sanitárias para evitar a propagação da doença”, ressaltou.

Também durante a coletiva, a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Ana Paula Diegues, apresentou o cenário atual da doença na cidade. Segundo informou, a baixa taxa de letalidade desta sexta-feira (10/07) que diminuiu para 1,97% é menor que a metade do Brasil e do Estado de São Paulo.

Responsável pelo Comitê de Enfrentamento ao Combate do novo coronavírus, o médico Fernando Brum, foi enfático ao dizer que esse momento chegaria e que a decisão da gestão municipal em se manter na fase vermelha é a melhor opção diante da atual situação de Sorocaba.

O médico e secretário da Saúde, Ademir Watanabe, informou que a cidade investirá no Hospital de Campanha, pois as unidades que são referência no atendimento Covid estão lotadas, o que inclui a Santa Casa. “Vamos ampliar os leitos com responsabilidade. Ou seja, será feito no momento certo e quando os equipamentos estiverem adequados para uma assistência de qualidade”, pontuou.

Com a decisão, apenas se mantêm funcionando os serviços essenciais, com abertura e atendimento permitido para empresas relacionadas ao comércio de gêneros alimentícios e de material de higiene e limpeza, ou fármacos. Além destes, a prestação de serviços como o de postos de combustíveis; distribuidores da água e gás de cozinha; pet shops; óticas, lojas de autopeças e de material de construção e oficinas mecânicas também estão autorizados ao atendimento seguro e responsável, dentro das condições de higiene preconizadas para se evitar aglomerações e contágios pelo coronavírus. Indústrias, lotéricas e bancos também têm autorização de funcionamento.