menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
noticias

Salto de Pirapora: mais uma pedreira com carros

Acontece Band Mais

17h31 - 06/10/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Vídeos

Compartilhe

Charles Platiau/Reuters

Blog da Rose

Indaiatuba inicia envio de pacientes para hospital de Campinas

Cidade tem registrado 130 novos casos por dia

Cidade tem registrado 130 novos casos por dia

, Blog da Rose

14h57 - 02/12/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Por Patrícia Lisboa

A secretária de Saúde de Indaituba, Graziela Garcia, disse nesta quarta-feira (02/12), que enviou quatro pacientes com covid-19 para o Hospital Samaritano em Campinas. Ontem (01/12), a prefeitura anunciou a contratação de oito leitos de UTI nesta unidade de saúde devido à lotação no Hospital Augusto de Oliveira Camargo (Haoc), que atende pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Segundo ela, a cidade está registrando 130 novos casos por dia e há uma mudança no perfil dos pacientes: são jovens. “É uma situação preocupante. Os casos estão distribuídos em toda a cidade e estão entre os jovens. Vamos intensificar uma campanha para que essa população use máscara”, disse ela.

A prefeitura está pagando R$ 2.540 por dia por cada leito utilizado. Ontem, prefeito de Indaiatuba, Nilson Gaspar (MDB), disse que há estrutura física para abrir novos leitos de UTI, no Haoc, mas faltam recursos humanos porque alguns profissionais, segundo ele, também adoeceram na pandemia e outros não têm especialização para atuar em UTI. 

NÚMEROS DO HAOC

Nos últimos 15 dias, o número de internações de pacientes com sintomas de síndrome respiratória, no Haoc, teve aumento de 140% e, ontem, a ocupação dos leitos de UTI atingiu 100% da capacidade. Hoje, está mantida a ocupação máxima. Na enfermaria do Haoc, não há falta de vagas, no momento.

Em boletim divulgado, nesta quarta-feira (2/12), o Haoc informa que tem 65 pacientes com sintomas de síndrome respiratória internados na ala para a covid-19, sendo que 41 estão em leitos da enfermaria (85% da capacidade de 48 leitos) e 24 estão em leitos da UTI (100% da capacidade de 24 leitos).

Ao todo, 44 pacientes internados no Haoc têm exame positivo para a covid-19, dez a mais do que ontem. Do total com covid, 16 estão em leitos da UTI hoje.

Nas últimas 24 horas, um paciente que teve a covid-19 recebeu alta e nove novas internações de pessoas com sintomas de síndrome respiratória foram registrada no Haoc. Não houve registro de morte por covid, na unidade hospitalar, no período.

ALERTA

“O principal para o controle da doença é o uso de máscara e, infelizmente, temos visto que é um hábito que tem sido deixado de lado pela população. Mesmo em locais abertos, como o Parque Ecológico, academias ao ar livre, o uso de máscara se faz necessário. Nós temos que aguentar mais um pouco, até chegar a vacina”, frisou a secretária municipal de Saúde.

“O maior culpado é o vírus, só que nós temos que nos cuidar. Temos que nos proteger: usar máscara, álcool em gel, evitar aglomerações – que é o que mais está pegando agora. As pessoas precisam ter a consciência de que o vírus está presente”, reforçou o prefeito de Indaiatuba.

Até ontem, Indaiatuba tinha confirmado 250 mortes e 9.229 casos positivos de covid-19. Do total de pessoas que contraíram a doença na cidade, 8.938 são consideradas curadas. O boletim epidemiológico desta quarta-feira ainda não foi divulgado.

Ao todo, foram realizados aproximadamente 45 mil testes de covi-19 no município desde o início da pandemia.