menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Zé Carlos deve ser eleito hoje presidente da Câmara de Vereadores

Corrida pela principal cadeira do Legislativo campineiro tem ainda dois candidatos

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

07h30 - 01/01/2021

Atualizado há 19 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O vereador Zé Carlos (PSB) deve ser eleito nesta sexta-feira (01/01) presidente da Câmara de Vereadores de Campinas. Segundo o parlamentar, ele tem 24 votos à favor da sua candidatura. Também disputam a principal cadeira do Legislativo campineiro, a vereadora Maria Conti (PSOL), que tem cinco votos da oposição, e o vereador Marcelo Silva (PSD), que tem quatro votos no bloco dos independentes.

“Estamos esperançosos e confiantes. Fizemos o que tinha de ser feito. Esperamos primeiramente em Deus e depois nos homens”, disse Zé Carlos, que vai exercer o quinto mandato de vereador.

De acordo com Zé Carlos, estariam com ele os vereadores: Flipe Marchesi (PSB), Perminío Monteiro (PSB), Carlinhos Camelô (PSB), Zé Carlos (PSB), Edson Ribeiro (PSL), Arnaldo Salvetti (MDB), Luiz Rossini (PV), Paulo Haddad (Cidadania), Fernando Mendes (PL), Jorge Schneider (PL), Juscelino da Barbarense (PL), Professor Alberto (PL), Otto Alejandro (PL), Higor do Campo Grande (Republicanos), Jair da Farmácia (Solidariedade), Marrom Cunha (solidariedade), Marcelo da Farmácia (Avante), Débora Palermo (PSC), Carmo Luiz (PSC), Du Tapeceiro (Podemos) e Gustavo Petta (PCdoB).

A eleição

A escolha do futuro prefeito de Campinas e dos componentes da Mesa vai ocorrer após a posse aos 33 vereadores e ao prefeito eleito Dáro Saadi (Republicanos) e ao vice-prefeito eleito Wanderlei Almeida (PSB). A mesa é composta pelo próprio presidente, 1º e 2º vice-presidente; 1º a 4º secretários; e ainda corregedor e corregedor-substituto.

De acordo com a Câmara, a vereadora Mariana Conti (PSOL) dará ciência das chapas/parlamentares concorrentes também de maneira virtual e chamará então, individualmente e por ordem alfabética, os 33 empossados. Assim que tiver seu nome chamado, o vereador ou vereadora se dirigirá ao Plenário, assinará oficialmente o livro de posse e, na sequência, irá à tribuna onde declarará verbalmente o voto e entregará a cédula que deverá trazer preenchida já do próprio gabinete. Feito isso, o/a votante voltará ao próprio gabinete e o/a parlamentar seguinte será chamado para passar pelo mesmo trâmite.

Depois de todos terem votado, o resultado será contabilizado e os nomes do novo ou nova presidente e integrantes da Mesa serão anunciados. O presidente eleito, então, será convidado para ir ao plenário assumir o comando da reunião – e da Casa –  e encerrar o encontro do dia 1º de janeiro.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade
Mais notícias