menu 25-anos
facebook
publicidade
publicidade
Compartilhe

Divulgação/Unicamp

Notícias

Zika inibe proliferação de células do câncer de próstata

Testes começarão a ser feitos em animais

16h53 - 13/11/2019

Atualizado há 4 meses

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O vírus Zika pode ser uma arma contra o câncer de próstata. É o que mostra o estudo da Unicamp. Por meio de experimentos feitos com uma linhagem de adenocarcinoma de próstata humano (PC-3), os cientistas, liderados pelo professor Rodrigo Ramos Catharino, observaram que o zika, mesmo após ser inativado por alta temperatura, é capaz de inibir a proliferação das células tumorais.

“O próximo passo da investigação envolve testes em animais. Caso os resultados sejam positivos, pretendemos buscar parcerias com empresas para viabilizar os ensaios clínicos”, disse Catharino, professor da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Unicamp e coordenador do Laboratório Innovare de Biomaradores.

A pesquisa começou em 2015, quando foi descoberta a relação entre a epidemia de zika e o aumento nos casos de microcefalia nos estados do Nordeste. Depois que estudos confirmaram a capacidade do patógeno de infectar e destruir as células progenitoras neurais – que nos fetos em desenvolvimento dão origem aos diversos tipos de células cerebrais – o pesquisador idealizou testar o vírus em linhagens de glioblastoma, o tipo mais comum e agressivo de câncer do sistema nervoso central em adulto, segundo a assessoria de imprensa.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

relacionadas

publicidade
publicidade
publicidade