menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Zimbaldi consegue liminar contra conselheiro tutelar que divulgou fake news

Juiz escreveu que conselheiro cometeu crime de calúnia

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

15h57 - 04/10/2020

Atualizado há 20 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A Justiça Eleitoral de Campinas concedeu liminar ao candidato a prefeito Rafa Zimbaldi (PL) e deu dois dias de prazo para que o conselheiro tutelar Rafael Soares Pimentel, apresente defesa da acusação de disseminação de fake news contra o político utilizando o por meio do aplicativo WhatsApp.

De acordo com a ação, o conselheiro teria enviado uma suposta reportagem veiculada em edição especial da Veja Campinas, revista que não existe , com matéria de capa intitulada: “A Família Zimbaldi: a política como um grande negócio”. O conteúdo da revista também traz uma suposta confissão do pai de Rafa, Salvador Zimbaldi, de que ele teria recebido dinheiro para apoiar o PT, em 2014. Também diz que o pai ensinou ao filho sobre o suborno.

O juiz eleitoral José Guilherme Di Rienzo Marrey, Alberto escreve que o conselheiro teria cometido em tese o crime de calúnia, que pode resultar em detenção de dois meses a um ano. O magistrado determinou ainda que Pimentel se abstenha de divulgar conteúdos falsos, sob pena de multa de R$ 5 mil a 30 mil.

Determinou ainda ao WhatsApp que suspenda a divulgação do conteúdo.

Ontem, Pimentel disse que já tinha apagado o conteúdo.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 

relacionadas

publicidade
publicidade
publicidade